“Quando eu vi a divulgação para voluntariado no Hospital eu me interessei por que eu sabia que ia ganhar conhecimento. A experiencia foi tão boa que eu quis continuar. Já participei de duas edições,” relatou Sueli Guedes, voluntária do Projeto Posso Ajudar? desde outubro do ano passado. Essa é a segunda edição que ela participa. Em sua 5º edição, a iniciativa abriu vagas para novos voluntários e está com as inscrições abertas até o dia 27 de fevereiro, próxima quarta-feira.

Os interessados devem levar um currículo e cópia do documento de identificação na portaria do Hospital Municipal de Santarém (HMS) Dr. Alberto Tolentino Sotelo, localizado na Av. Presidente Vargas, no bairro Santa Clara – nº 1539, em horário comercial. São 18 vagas que serão divididas no HMS e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24horas. Quem não for chamado nesta edição ficará no cadastro reserva. Os voluntários atuam em dias intercalados por quatro horas diárias.

Segundo a coordenadora do projeto, a assistente social Eliamara Braz, as vagas estão disponíveis para qualquer pessoa que queira atuar como voluntário do HMS e UPA 24hrs. “A única exigência para ser voluntário do projeto é que tenha o ensino médio completo, respeito ao próximo e responsabilidade”, ressaltou.

O grupo irá para campo no dia 4 de março. Antes dessa data os selecionados farão uma integração institucional, no dia 1º, com os supervisores de cada setor. É um rápido treinamento sobre o fluxo de atividades do Hospital e da UPA. O “Posso Ajudar?” iniciou em setembro de 2018. Cada edição do projeto tem duração de 2 meses.

Ganho profissional e pessoal

Para Sueli, o ganho que teve atuando no projeto foi além de profissional. “Me tornei mais humana”, afirmou. Yanka Paola Lima, 21 anos, que também é voluntária do projeto, diz que todo dia aprende uma coisa nova. “A gente aprende a lidar com público e as diversas formas de abordagem. Cada caso é um caso, é preciso gostar de pessoas para saber lidar com as várias situações do comportamento humano”, enfatizou.

O Posso Ajudar? foi implantado através do Grupo de Trabalho em Humanização – GTH do Hospital. O objetivo é acolher as pessoas que precisam de informação. Destinado, principalmente, para humanizar o atendimento dos pacientes e seus acompanhantes.

Saiba mais sobre o Projeto: