As integrantes do grupo oferecem lanches para acompanhantes dos pacientes e desenvolvem ações para arrecadar dinheiro que visam melhorias no Hospital.

“Olha o chá da cura, cura feiura e lisura”, essa é a frase dita com bom humor pela aposentada Helena Amaral nos corredores do Hospital Municipal de Santarém (HMS) há cinco anos. Ela é uma das fundadoras do Projeto Manas – Mãos Amigas na Ação Social. Uma Instituição que atua no HMS com cerca de 60 voluntários. São dez equipes que distribuem café, chás e bolachas, nos turnos da manhã e tarde. Além disso, promovem ações para arrecadar dinheiro que é usado na compra de produtos e no custeio de reformas no Hospital.

As manas se mantêm por doações de empresários e eventos realizados ao longo do ano. O Projeto tem até uma sala dentro da Unidade Hospitalar. “A base para o funcionamento do Projeto é o amor pelo outro, a sensação de prazer e utilidade em poder ajudar de alguma forma”, relatou Helena, que também é vice-presidente “das Manas”, como são conhecidas as voluntárias.

Melhoras no HMS

Os setores da obstetrícia, clínica médica e cirúrgica foram climatizados com doações de centrais de ar que as Manas conseguiram. “O projeto de climatização foi realizado em 2015 através de arrecadação em eventos beneficentes. “Nós já fizemos doações de lençóis e pequenas reformas como pintura da obstetrícia. A gente quer somar com a direção”, contou Mônica Cantal, secretária do Projeto.

Dona Maria da Silva, de 66 anos, conta que é uma satisfação ser voluntária. “É renovador estar aqui. Já teve casos em que eu levei roupa de pacientes e acompanhantes que moravam em comunidades distantes para lavar. Tem muita gente sem condição financeira nenhuma. Eu fiquei mais sensível depois que comecei a atuar na Unidade. Sinto que um abraço já é um conforto para muitos”, falou emocionada.

O ato de humanizar está no tratar bem, ser atencioso e principalmente gostar de pessoas. Para direção do HMS, disponibilizar o tempo para se dedicar em uma ação voluntaria é a forma mais verdadeira de humanização. “Nós levantamos essa bandeira”, enfatizou o diretor da Unidade, Dr. Itamar Júnior. Ele ressaltou ainda que o compromisso social não é algo que todos estão dispostos a assumir. “O voluntariado é a essência da solidariedade. Atitudes assim sempre receberão apoio da direção”, afirmou.

Festa Junina reuniu colaboradores do HMS e UPA de Santarém

No último sábado, 30 de junho, as Manas realizaram uma festa junina que faz parte do calendário de eventos do Projeto para arrecadação de dinheiro. Os colaboradores do HMS e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas foram convidados a participar. O evento foi um sucesso e muitos colaboradores compareceram e ajudaram.

“Nós aproveitamos para brincar e dançar com os profissionais que atuam no Hospital. Eles são pessoas do convívio diário dos voluntários do Projeto. No final, a festa é deles também”, contou Helena. O clima junino do evento contou com apresentações e comidas típicas dessa época do ano. “Todos que compareceram viram como uma oportunidade de colaborar com a gente. Todo dinheiro é destinado para as ações dentro do HMS”, relatou Helena.

Segundo a coordenação das Manas, o dinheiro adquirido na festa junina será destinado para construção do Centro de Convivência do Hospital. A direção do Instituto Panamericano de Gestão (IPG), empresa que administra o HMS, já disponibilizou o espaço que deverá ser construído ainda este ano. O engenheiro do IPG está auxiliando no projeto.