24 hrs aberto

(93) 3523-2175

A atividade faz parte da programação do mês de agosto que se dedica a incentivar e proteger a amamentação.

Na manhã do último sábado, 08 de agosto, as mamães que estão internadas na obstetrícia do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) receberam informações sobre os benefícios da amamentação, além de  técnicas de higienização dos seios antes e após o aleitamento e sobre os cuidados com a COVID-19. Foi oportunidade também para o lançamento do “Certificado do parto humanizado”, que é uma proposta do Ministério da Saúde (MS), através da Rede Cegonha. 

A Campanha desse ano tem como tema “Apoie o Aleitamento Materno por um Planeta Saudável”, despertando a reflexão sobre o impacto da alimentação infantil no meio ambiente. A supervisora e responsável pela ação, Alzerina Sarmento, falou sobre o tema. “Esse ano a gente teve um acréscimo, que além de destacar como o leite materno contribui para a saúde do bebê, podemos enfatizar que essa forma de alimentá-lo contribui para a saúde do meio ambiente, com a redução do uso de embalagens provenientes dos leites e suplementos industrializados”, explicou ela. 

A diretora assistencial e multiprofissional do HMS, Odeise Matos, que participou do evento, explicou como essas ações têm sido priorizadas, assim como as equipes dos HMS tem se engajado nesse tipo de evento. “O Hospital tem se empenhado em promover ações como essa mesmo em período de pandemia, seguindo os protocolos de segurança. No caso, o Agosto Dourado que é uma iniciativa essencial para as nossas mamães”, enfatizou.

 

Programação especial

A primeira palestrante da programação foi a pediatra do HMS, Dr. Camila Rolin. Ela usou de muito humor para orientar sobre a amamentação e deu algumas dicas de higienização. Quebrou alguns mitos sobre o aleitamento e alimentação dos bebês. “Bebês até os 6 meses de idade não necessitam de nenhum complemento alimentar, a não ser se recomendado pelo médico pediátrico. Alimentos como papinhas, água, sucos, chás não devem ser inseridos na alimentação durante esse período”, destacou. 

A enfermeira obstetra do Hospital, Eliene Silva, deu sequência ao evento, abordando sobre as técnicas adequadas de amamentação. Ela explanou sobre a importância do contato pele a pele e ainda deu muitas dicas para as mamães. “Biologicamente, toda mulher que passou pela gestação está preparada para amamentar. O hormônio do amor, a ocitocina, é liberada durante o contato mamãe e bebê e isso gera elos para a vida toda”, falou. 

 

Pandemia e cuidados reforçados

A técnica de enfermagem do HMS, Simone Coelho, promoveu um curso prático de higienização dos seios e das mãos, além de instruir sobre formas de prevenção ao COVID-19 e outras doenças. “Com o período da pandemia, os cuidados que eram importantes tornaram-se indispensáveis”, explicou ela

Taisa Amorim, de 20 anos, é mamãe de primeira viagem da pequena Emanulle, que nasceu no dia 29 de julho. A paciente conta que as palestras de hoje ajudaram a sanar algumas dúvidas. “Muitas coisas eu não sabia, eu descobri que estava amamentando de forma errada. Agora eu vou conseguir alimentar bem melhor a minha bebê”, disse ela.

No encerramento, a equipe promoveu um “Mamaço” com todas as pacientes da obstetrícia, que já colocaram em prática os conhecimentos que aprenderam no evento. Ao final, foi servido um lanche saudável e foram entregues kit’s de higiene e brindes para as mamães.