24 hrs aberto

(93) 3523-2175

A primeira fase de implementação do serviço de tomografia dentro da Unidade já está pronto. O próximo passo é a instalação do tomógrafo.

A visita ocorreu na tarde desta quinta-feira, 02 de julho, nas salas que irão compor o setor de tomografia do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS). A preparação da estrutura faz parte de 60% da composição total para que esse tipo de serviço possa acontecer com qualidade e segurança. O espaço necessitou de mudança na rede elétrica e o trabalho de baritagem das paredes onde o equipamento vai ficar.

Para ocasião estavam presentes o prefeito de Santarém, Dr. Nélio Aguiar; a secretária de saúde, Dayane Lima; a secretária de assistência social, Celsa Silva; o engenheiro clínico que atua no HMS, Alexandre Soares, e a diretora assistencial e multiprofissional do Hospital, Odeise Matos. 

A estrutura é composta por quatro setores – uma sala de exame onde será montado o equipamento para a realização da tomografia revestida de baritagem. Esse revestimento impede a contaminação por radiação emitida do aparelho. Tem ainda a sala de preparo do paciente, sala de operação e espaço de materiais. Tudo está dentro das normas da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

O engenheiro clínico que presta serviço para Unidade explicou sobre a funcionalidade de cada área do setor. Segundo ele, a estrutura foi preparada para atender as normativas que preconizam a funcionalidade do equipamento de tomografia. “Sendo, portanto, um espaço que oferecerá o que tem de mais avançado no ramo de tecnologia para o diagnóstico por imagem. E foi pensada para atender as necessidades de segurança e conforto dos pacientes”, enfatizou Alexandre.

O prefeito da cidade destacou durante a visita que a sala está pronta para receber o equipamento, tanto na parte elétrica, quanto no espaço físico. Aproveitou para falar sobre a implementação do maquinário. “Na primeira quinzena de julho a empresa vem a Santarém fazer a instalação do tomógrafo. Então, a previsão é que no dia 20 de julho sejam iniciados os primeiros exames de tomografia computadorizada no HMS”, enfatizou.

 

Agilidade no diagnóstico

A secretária de saúde evidenciou o quanto a instalação desse serviço dentro do Hospital vai colaborar com o atendimento e diagnóstico dos pacientes. “A instalação do tomógrafo é um benefício não apenas para o nosso município, mas para toda a região oeste”, disse ela.

Segundo Odeise Matos, esse importante setor faz parte de um conjunto de ações realizadas dentro do HMS, que tem o objetivo de proporcionar à população serviços otimizados. “Dessa forma, humanizamos e agilizamos cada vez mais os atendimentos,” finalizou.

 

Dados de tomografia

Nos últimos três meses, o HMS realizou 1.446 exames de imagem de tomografia. A UPA 24 horas realizou 1.149 no mesmo período. A UPA passou a ofertar esse serviço por causa do enfrentamento ao COVID-19.